Permanente - Parte IX.

Sob Maçãs


No mesmo dia.

- Tarde-

Até agora, depois do café sob o sol animador de Janeiro, eu posso sentir os braços de Fabrizio em mim. Sentir a cerca protetora dos seus movimentos, o olhar preocupado e constante em sua análise meticulosa da minha face e o jeito sorrateiro de me manter presa em seu próprio rosto.
O pomar da Universidade Pádua é invejado por muitas fazendas locais e não haveria lugar melhor para se passar uma tarde.
Aproveitamos para almoçar ali mesmo e desfrutar mais do frescor do vento e do calor de um dia ensolarado.
Fabrizio falou com seu ânimo natural sobre Yale, não se esquecendo de revelar um caso que teve com uma garota mais velha. Falou do seu envolvimento profundo para as suas reais intenções e balancei a cabeça concordando nas horas certas e murmurando baixinhas exclamações de ódio mortal destinados a tal garota.
- Você está bem? – ele perguntou colocando as mãos sobre as minhas bochechas e meu coração cambaleou até voltar ao estado natural.
- Não muito... Você sabe o quanto eu sofro com a distância. E sinto-me distante porque sei que há outras pessoas mais próximas a você, muito mais do que eu gostaria. – falei o mais sincero e honestamente que pude.
- Minha bela menina. Por que sofrer? Nunca uma mulher será dona do meu coração. Aliás, nenhuma outra mulher. Você é a primeira e será a única.
- Posso ser a única a ter seus sentimentos mais profundos, Fabrizio. Mas não sou a única a me perder em seus braços e desfrutar do calor do seu corpo. – e uma ruga se fez em minha testa da dor que essa certeza me causa.
- Júlia Mennone, eu não admito que pense isso depois da minha franqueza. Nunca te escondi nada e não seria agora. Preciso do calor feminino da mesma forma que você precisa do calor masculino. Não me julgue por ser homem e por sê-lo tão completamente. – sua voz foi elevada a uma oitava e pude ver as veias em suas mãos ficarem exaltadas.
Ele estava irritado e eu provocara aquilo. Mas sempre fui extremamente egoísta, não sei dividi-lo. E mesmo se soubesse, não o faria.
- A decisão de não me ter foi sua. Cansei de tentar tê-la só para mim. Se você gosta dessas idas e vindas eu nada posso fazer ao não ser me subordinar aos teus caprichos. Eu te amo mais que a mim. E você sabe disso e por isso me machuca tanto com esse ciúme mal encenado e sem propósito, pois sabemos que é longe de mim que você prefere ficar.
- Não me ofenda com o peso e a fúria dos seus sentimentos. Sabe que sinto o mesmo e na mesma intensidade, mas somos fruto da máfia e não quero os interesses dos nossos pais interferindo em nossa relação. Eu prefiro te perder mil vezes ao ter que te ver seguir os passos do seu pai.
- E eu prefiro morrer mil vezes a não te ter.
Perdemo-nos em um beijo apaixonado. Eu soluçava; não queria pensar em deixá-lo partir, mas sabia que esse momento chegaria querendo eu ou não. Ele me beijava como da primeira vez, como se tivéssemos apenas cinco minutos antes do mundo acabar.
Compartilhei os meus tormentos naquele beijo e os dedos dele foram precisos ao secar minhas lágrimas e seus braços foram cheios de si ao juntar nossos corpos.
Os alunos pouco conheciam aquele lado da Universidade e somente outro casal ocupava a sombra de uma macieira ali perto.

***

Partes: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII.

3 Comentários:

Tati comentou:

Cada capítulo mais envolvente.
Estou adorando.

Não demore muito com o próximo pra eu não morrer.

Grande Beijo.

Monique Premazzi comentou:

Amiga eu não tinha visto o seu comentário sobre a nova parte, por isso não vim aqui. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI MORRI, QUE FOFO ESSE MENINO! MAS EU AS COISAS TENSAS LOGO, KDKD?

AMANDO É POUCO PARA ESSE CONTO PERFEITO <3

Isadora Beatriz comentou:

Como posso dizer? COMO?
Concordo com a Monique, AMANDO É POUCO!
Maravilhoso!
eu quero ele pra mim <3

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth