Permanente - Parte III

Passado

Roma, Itália, 25 de Abril-Dia da Libertação, 2004

Agostino Bacco, segurança pessoal do meu pai, foi designado a me acompanhar no dia mais movimentado de Roma – O Dia da Libertação. Todas as ruelas estavam enfeitadas com as cores da bandeira e o hino nacional era constantemente cantado e exaltado entre os moradores. As grandes catedrais foram fechadas, os Bispos com seus cuidados excepcionais não permitiam que as pessoas tivessem acesso aos domínios das Catedrais em dias comemorativos. O medo de uma destruição do Patrimônio histórico era evidente. Pessoas do mundo inteiro estariam passeando pelas enormes avenidas ou espremidas nos becos mantendo a Guarda Nacional em alerta. Houve um número elevado de assaltos no ano anterior e um número elevado de assassinatos. Mas quando a Máfia Italiana está envolvida, nem a tão impiedosa Guardia Nazionale Italiana interfere e os casos mais cruéis ficam por isso mesmo. Minha mãe Belina Trasea Mennone morreu de parto e meu pai tem sido minha referência desde então. O Sr Magno Fortunato Mennone, chefe da Máfia Italiana de segunda a sexta e pai integral nos finais de semana me inspira com seu pulso forte e destreza nas palavras, mas aprendi muito nova que quando você nasce na máfia ou você se casa com um filho de mafioso, ou você desafia toda uma tradição e paga pelas conseqüências. E para mim, mesmo sendo filha única, não haveria exceção.
Mesmo assim, minha infância foi normal com todas as idas à escola, passeios na praça, viagens pela Europa. A diferença está em Agostino Bacco, ele tem sido minha babá há doze anos e eu adoro fazer com que ele sofra por todos os crimes que cometeu antes de assumir o compromisso de zelar pala minha vida. E como sempre faço em locais públicos; perco-me na multidão arriscando minha vida e tento aproveitar cada segundo antes que o seu olhar de águia me alcance.

 Parte I, Parte II
-Photo: Google.

3 Comentários:

Giovanna. comentou:

que lindo *-* adorei.

e sobre seu layout, ficou assim: http://gteste10.blogspot.com

vai querer ele ainda? te enviei um e-mail, da uma olhada lá. Aguardo resposta.

Isadora Beatriz comentou:

Gostei das descrições muito bem feitas mesmo, correndo pro texto acima!

beijos!

Jack comentou:

To adorando! Tem gente esperando no msn aqui porque estou só lendo haha eles que esperem...

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth