Depois da chuva.

Cuidando dos meus pedaços, agora.
Reencontrando as tantas migalhas que João e Maria, ousadamente, espalharam pelo caminho.
Buscando a confiança perdida e abaixando o meu tom de voz.
Estou ouvindo mais, agora.
Suas palavras são as únicas que quebram minhas barreiras e por você eu convivo bem com o silêncio.
Capturando meus trejeitos infantis; o olhinho miúdo de menina tímida e a malícia de quem faz algo errado.
Eu faço tudo muito errado. E adoro saber que aceito bem meus defeitos.
Soletrando vida, agora.
Esculpindo em matéria um dom imaterial. Tenho um dom, se você não sabe!
Cuspo bem na cara as palavras e gesticulo sempre que perco o fio e preciso recomeçar.
Tudo isso são anotações de fim de tarde.
Minhocações de cabeça fértil.
E inalações de terra molhada.
Pois no meu terreno, toda plantação é bem-vinda.


Ps: Décima Quarta Edição Musical - 2º Lugar - Bloínquês. Texto: Fazendo as malas ... para um dia voltar.

3 Comentários:

A. Lima comentou:

"Pois no meu terreno, toda plantação é bem-vinda." o que mas possso dizer? *------------*

Noy Medeiros comentou:

"Pois no meu terreno, toda plantação é bem-vinda."

O que maiis posso dizer? *----*
acho que nada , muiito lindo, me encontro assim.
Te amo amiiga, continua!

Tati comentou:

Bell... Muito bem escrito, intenso. Ritmo ótimo. Sem contar as imagens que você causa nos olhos do leitor.

"Suas palavras são as únicas que quebram minhas barreiras e por você eu convivo bem com o silêncio"

Isso me trás Deus. Intensamente nos olhos e tantos outros pontos.

Muito obrigada pelos vislumbramentos e sensações.

Grande Beijo

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth