Notícia Estranha.



Eu quero apenas esquecer hoje quem fui.
Deixar que meus tormentos se dispersem.
E permitir que toda a ânsia vague à toa.

Alimentar essa minha estúpida vontade de não fazer;
De não ter.
E de piscar pra tudo tomar foco.

Involuntariamente como meu abrir boca.
Inocentemente como meu entrelaçar pernas.
Ferozmente como meus beijos mais mundanos.

Hoje. Apenas hoje.
Adormecer para esquecer o gosto amargo do álcool.
Do batom vagabundo.
E das palavras vomitadas por mim em ti.

E vou continuar querendo esquecer quem fui.
Porque amei mais,
Doe-me mais, e fui muito mais do que posso ser e do que posso pensar.

- Até o som da sua voz deixa-me estranha. Por que permitir que sua vida encoste na minha se tudo nela me faz mal?

9 Comentários:

L. comentou:

"E vou continuar querendo esquecer quem fui.
Porque amei mais,
Doe-me mais, e fui muito mais do que posso ser e do que posso pensar."

é dificil esquecer quem fomos, acredito que seja mais facil tentar mudar quem seremos...

;*

Rodolpho Padovani comentou:

È, tem coisas que não valem a pena na vida, histórias que não merecem ser escritas...

Bjs...

Ana Wants Revenge comentou:

as vezes eh preciso se livrar daquilo que nos faz mal. pra termos uma vida melhor sabe...? ;)

e pq eu nao tava te seguindo aqui?
vc nao tem twitter nao?

beeeijo e bom fds!
.
.
.

Naia Mello comentou:

Isso mesmo. Afastar desses males de que nós faz dar a mais do que podemos ser.

Tati comentou:

Ainda tentando me recuperar de tudo isso que o texto me passou.
Intenso, rápido. Perfeito.

Amei mesmo.

Grande beijo e obrigada pelo prazer da leitura.

Emi comentou:

Às vezes dá vontade de dar um tempo de tudo mesmo, até de nós mesmos. Aquela história: eu vou, depois 'me volto'.
Beijoos!

Bell Souza comentou:

Acredito que expulsar o que machuca seja um bom caminho para mudar quem você é, se essa for a intenção. E eu escrevo o que me marca, mesmo que essa marca seja mais uma cicatriz do que um arranhão.

Obrigada a todos!

Isadora Beatriz comentou:

O melhor caminho é sempre se afastar, faço muito isso quando me sinto mal perto de alguem, me afasto.

Joicinha comentou:

nossa, nunca vi uma poesia tao profunda. muito dificil chegar nesse estagio de escrever desse ponto, com habilidade com as palavras

parabens!!!

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth