Coisa de mente dispersa.

Eu tomo meu pilequinho de caneta e papel.
Que é pra quando em minha embriaguez eu não vomite
O veneno amargo do álcool e sim,
Arranque das entranhas as palavras doces e ilusórias
Que me preenchem a mente.

1 Comentário:

Tati comentou:

Poderia repetir

'Que me preenchem a mente,
Que me preenchem a mente,

Que me preenchem'

Beijos

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth