Sem causa e com efeito [2]

Eu desafio as Leis da Física!
Desafio quem contradiga que um corpo não possa compartilhar o mesmo espaço.
Desafio quem teima em discutir que para toda ação há uma reação.
Desafio quem insista em insistir comigo.
Desafio essa mania que temos; mania de permanecer parado se podemos estar em movimento.
Desafio o móvel a permanecer estático.
Desafio a vontade do calor em expandir.

Causa sem efeito. Efeito com causa.

Te desafio a bater de frente.
Te desafio a vir me enfrentar.
Te desafio a encontrar em mim o que quer achar.
Te desafio a voar; eu posso.
Te desafio a, desafio quem, desafio o que for.

Sem causa, sem efeito. Causa e, com efeito.

Desafio a me provar que não sou a causa e o efeito de mim mesma.
Desafio a desafiar minhas ironias, minha rispidez.
Desafio a conviver comigo.
Desafio você a me compilar; os rótulos você possui.
Desafio a tapar meus buracos.

E farei com causa, por você. Serei efeito, se eu quiser. E desvairadamente terei razão.
Eu abri todas as portas, deixei escancaradas as janelas. Construí tetos de vidros, só pra você poder olhar.
Tudo com a dose certa de efeito para promover a devida causa.
Mas ainda não achei quem me desafiar. Não achei coragem suficiente, nem sequer, para insinuar.
Não achei ninguém para se opor. Para me mudar o prumo.
E ainda tem gente que diz que eu estou errada, ainda tem gente que diz que física é física e o resto é bobagem.
Mas como eu poderia está se ainda continuo causando efeitos por aí, por causas que eu desconheço?


- Eu já postei esse poema (?) aqui no blog bem no início de tudo. É uma amostra de outras coisas que eu sei fazer e um momento para matar a saudade de mim. [Só não sei se vocês vão curtir]

12 Comentários:

Bárbara Garcia comentou:

Ficou muito legal, e olha que eu nem gosto de Física xD Você intercalou bem a história com os temas da física.

Beijos.

Tati comentou:

Eu passo pra ler e comentar de forma decente amanhã. Hoje só dizer que to com sdds.

Di Lopes comentou:

Ah, curti demais *-*

Camila Mancio. comentou:

belo texto.

Inercya comentou:

Sei que seu poema causou um efeito em mim, mas ainda não conheço esse efeito.

Camila comentou:

Eu gostei, muito.

Monique Premazzi comentou:

Seus pensamentos são unicos. Adoro vir aqui e ler *-* Um dia vamos escrever um conto juntas?
xx

Jack comentou:

Muito legal!
Adoro esses textos que não prendem à ser poesia ou prosa, tem uma forma livre. As palavras são bem diretas, o que deixe mais legal ainda.
Ao mesmo tempo que é romântico, não usa as palavras de sempre - foge do clichê.

\o/

Renata Martins comentou:

Poxaaa Bells, "Sem causa, sem efeito. Causa e, com efeitos." gostei bastante, o apanhado que vc fez de você, foi muitoo bom, pude me encontrar em alguns deles.
beijos
(L)

Juliane comentou:

Beeeeeeeeell *-*

certamente adorei tudo que li, me identifiquei demais, lindo lindo :D

parabéns, seguindo vc ;)

Beijooos *-*

Naia Mello comentou:

Desafio de desafiar.

noor dos meus olhos comentou:

Muito bom, parabéns. Adorei...

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth