Homem louco.

 Ah! Saudade besta daquela menina inocente,
 que me fere os olhos de tanta alegria
 e salta-me de corpo sorridente
 por sempre ela e ninguém mais.

 Ah, saudades da mulher que me acompanha à cama,
 que enche os cobertores
 e faz do frio mera alegria de carnaval
num dia comum de quinta-feira.

 Ah, prisão doentia é essa minha,
 saudade que não mata, nem basta;
 que não toma, nem doa.
 Vivendo eu a sofrer de poesia.


- Às vezes esses versos bobos chegam sem avisar, 
invadem minha mente e ficam martelando até que eu 
me livre dessa culpa de não escrever o que dá vontade.


Eu recebi uma homenagem tão linda ontem. De tão besta que fiquei, saí mostrando para a minha mãe e amigos mais íntimos. Ela, a que escreveu, foi sutil e sucinta; precisa na descrição e nos sentimentos. Poderia expor aqui todo o meu coração molenga, mas vou deixar que cada um absorva o texto de maneira própria. Da Diana Bruna, para essa que vos escreve: Paralelas que se cruzam. Eu ainda não tenho as palavras que gostaria... Obrigada!

20 Comentários:

Bell Souza comentou:

A Edição Poemas Bloínquês dessa semana tem como tema flores e/ou saudades. Participem! este poema sobre saudades é uma forma de deixá-los inspirados. Beijos

Marcelo R. Rezende comentou:

Amei a poesia,
essa loucura que a necessidade de escrever nos traz, é de ferrar, mas no final é tão bom: a gente meio que se entende.

Eu li o texto da moça pra você. Fofo *-*

beijo.

Inercya comentou:

Lindo seu poema.
Vou confessar que nao gostava muito dessa coisa de poema, mas o blogs têm me proporcionado coisas incríveis. Só não sei escrever poemas em si. hehe
;*

Nina Auras. ♥ comentou:

O sofrimento, como a saudade engarrafada pela poesia, é o sentimento base de um poema bom. q Nossa, simplesmente amei seu poema ♥

quareesma comentou:

será que eu encontro alguém pra escrever algo assim pra mim?! '-'
(hi hi)

lindimais.! *--*

--
nem elis, nem maria, nem Juh - sou a fran (:

beijas, lindona.! :*

Italo Stauffenberg comentou:

Lindo. Tu é uma excenete marketeira não?

"...ô bicho canália é político.."

isso foi tão baiano minha nêga!

^^

Volta sempre lá!

http://manuscritoperdido.blogspot.com

quareesma comentou:

Eu comentei no seu blog, no post anterior.
sabia que você iria saber quem era :)'
você é muito esperta.! *--*

beijas, doce :*

Caroline Rodrigues comentou:

Muito liinda!
Adorei o blog!:D
Beejo'

Tati comentou:

Gosto desses versos que vem brincar nos nossos dedos do nada...

Beijos

Leticía Gomes comentou:

Bell! Como o blog mudou.
Bem, prepare-se para ler bastante coisa (porque eu empolgo)

Muito, MUITO obrigada pela participação no escafandro. Ele tá meio caidinho, coitado, porque não tenho dado muita atenção. São as provas, não há o que fazer. Quisera eu poder ter o painel aberto o dia todo e apenas ler coisas de amigos blogueiros.

O layout tá lindo demais, bem diferente mesmo.

O poema eu diria que era de Pessoa, mas fala demais de saudosismo e eu ainda não vi isso nele (minha parte gnorante luta em permanecer, como você pode ver). A im, porém, vi toda hora.
Ano passado, nesse momento, eu lutava para ser inocente e ingênua.

Mas teve uma hora que me conformei e passei a ver o lado bom de ser mais velho e o lado bom de ter sido mais novo. Mas ainda me pego falando "bons tempos..."

Bom, desculpa por nunca passar aqui, por te fazer ler esse treco gigantesco e por ainda dar desculpa esfarrapada. Eu prometo que volto mais, porque gostei bastante do poema.

Até breve, Bell :)

Bell Souza comentou:

Não é a sua primeira vez aqui, Letícia. Realmente as coisas mudaram muito, mas o que não mudou foi a minha fidelidade a certos blogs. Desculpem-me os outros, mas não sou de gostar de tudo que vejo/leio e quando gosto, eu gosto e ponto e assim é com o Escrafando. Suas palavras penetram n'alma. Eu é que agradeço e volte sim, sempre!

Baaah comentou:

Por mais que fique um pouco fora, semrpe volto.E não há porque não voltar.Seu canto está sempre assim: aconchegante e bonito.
Suas palavras sempre chegam com ar de "Boas-vindas" e cheiro de sentimento vivo.
E saudades...Ah!As saudades elas me acompanham sempre e as suas palavras que de certa forma acolhem, só me enchem mais de nostalgia aquela do melhor tipo possível!

*Fico impresssionada com sua "facilidade" com poesias e poemas.
Aqui está sempre cheio...Continue firme pois são poucos que conseguem escrever de verdade poesias.


Aliás hoje que eu reparei na frase de apresentação do Blog, não sei se é nova, mas desculpe a distração mas só realmente percebi agora: A sensualidade está em despir a alma.
E está mesmo,a alma despida diz e fazs entir muito mais do que esse corpo apenas carnal.

Vim, matei as saudades, mas espero não tardar a voltar novamente.=)
hehe'

Beijos.
=**

Baaah comentou:

Ps.:Os poemas e poesias na realidade vejo mais no insansatez.Confundi dizendo que era nessa por seresm seus.Foi mal a confusão.
Só percebi deopis de ter enviado.
hehe'
=DD


Beijos.
=***

Pelo amor ou pela dor .. ! * comentou:

Que liiiiiiiiiiiiindo ... boa sorte no bloínquês, lindo como sempre.
Então não sumi nao flor, estou sempre lendo e te acompanhando *-*

Beijos
Lary ♥

..:Bru:.. comentou:

olá...
eu também gosto muito de ler o blog da Diana Bruna, assim como o seu. São textos gostosos para passar o tempo lendo.

Eu indico.

Isadora Beatriz comentou:

Linda a poesia amiga, e o que a Diana escreveu é tão maravilhoso quanto. Parabéns mesmo, você merece. Não duvido que algum dia teremos um belo livro escrito por você e eu vou quereer um autografo bem lindo UAHUHAUHUA. Suas palavras mexem conosco, são cheias de sentimentos, sensações. Voce escreve com amor e sinceridade.

Tudo de melhor sempre, beijos, isa.

fernanda,1bej comentou:

Muito lindo, você escreve de uma forma maravilhosa, transbordando sentimentos :)

Mariáh comentou:

olá !
faz quase um mês que não respondi seu comentário no Between Stars e vim me explicar e te agradecer, claro.
eu participei duma campanha de jejum e oração e eu fiz jejum de blog .
aí não pude responder antes e deu nisso: sumiço total .
muuito obrigada pelo seu comentário .
eu vou fazer a cefet(iff) que tem em itaperuna, cidade próxima à minha, e muito obrigada também por oferecer ajuda .
só quero mesmo perguntar como é a prova e estudar lá, porque cada um diz uma coisa . mas mesmo assim farei a prova, sabe, eu tenho que fazer até pra ajudar financeiramente minha mãe.
beeeijo , até e obrigada *--*

Cízz comentou:

Olá!
Eu adorei o seu poema. É muito tocante. Vc escreve muito bem!
Bj
:3

Angélica Lins comentou:

Encantada com seu blog e seu modo de escrever.

Beijo
=)

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth