Sangue frio.

Percorro com meus dedos os contornos da sua pele.
Tento atiçá-lo numa tentativa de ouvir algo ritmado no lado esquerdo do seu peito.
Me assusto com a ameaça implícita no seu tom de voz.
E uma parte de mim morre quando você não está por perto.
Tento manter a calma sempre que vai embora deixando-me na escuridão.
Aprisiono meus mais terríveis pensamentos para que, com todo o seu poder, você não seja capaz de escutá-los.
Estou comprometida, não vê? E por mais que insista, minha vida já não pertence nem a mim e nem a você.
O amanhã é quem dirá.
Beijo seus lábios firmes. Sinto seu corpo no meu, mas falta-me o calor.
Percebo a distância que precisa manter; proteção.
Como se não confiasse, como se não acreditasse. Eu sei guardar segredo.
Ed., eu não consigo encontrar palavras pra dizer que eu estava morta antes de você.
E que, como eu queria, você já me transformou.
Sem notarmos, o meu sangue agora corre em ti e, em minhas veias circula o mais terrível sangue frio.
Apenas neste instante, eu sou você: com um vazio-oco no peito, com uma fome e um enorme desejo, sugando tudo de bom que há enquanto espero que o ritmo de um coração termine de uma só vez.
Porque hoje amor, o humano é você! E por hora, eu sou, a sua mais perigosa e encantadora assombração.


- Edição Temática: Musical -

6 Comentários:

Giovanna comentou:

Acho lindo como uma pessoa pode chegar na sua vida e colorir todo o preto.

Ana Wants Revenge comentou:

sinistrooooo!
:)
beijos
.
.
.

Jussara Nascimento comentou:

querida, obrigada pelos parabéns *-* ah, e obrigada pelo comentário :D
e sobre o post: eu adorei! tem um ar de literatura gótica, que por sinal, eu adoro. sabe, eu senti o texto bem intenso. e pra mim, isso é ótimo, porque chama a atenção; prende; deixa em transe *---*

volte sempre! ok :D rs
beeeijo!

Carla Rosenvelt comentou:

frio.

Giovanna. comentou:
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Bárbara Garcia comentou:

Nossa, ficou bem legal. Tem um clima pesadão ao mesmo tempo que tenta passar um certo romance :)

Beijos.

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth