Alegrias da madrugada.

Acordei antes da hora
O relógio iluminou o quarto
Os olhos brilhando no escuro,
As incertezas sacudindo a memória.

Acordei antes da hora
O paizinho dormindo ao lado
O coração palpitando alarmado,
Um sorriso de criança medrosa.

E fez assim
Os segundos invadindo o corpo
O prazer de ver sonho exposto
E o sono cirandando aqui.
(E tudo isso se deu por ter a alma fora de mim.)


{We-It}

10 Comentários:

Leesh. comentou:

Já tive diversas vezes essa sensação, já fora tantas e tantas madrugadas assim. Enfim, é uma poema muito lindo e intimista . Parabéns ! Estou seguindo blog ... quero ler mais poemas seus. Beijos, Flor.

Bell Souza comentou:

Obrigada. Volte sempre.

Violeta comentou:

seus poemas são sempre delicadinhos *-*, são bons de ler.
e tem uma musicalidade adorável, nem tão longos e cansativos, nem tão simples como para serem esquecidos fácil.

se cuida <3

Mia comentou:

Não sei explicar, mas seu poema me tocou de uma forma uma intensa e bonita. Talvez seja apenas a rima ou o jogo com as palavras, eu não o sei, mas eu amei ele.
Bjo, querida! (:

http://miasodre.blogspot.com/

Como um refúgio comentou:

Ah que doce de ler, rs adorei *-*

http://comoumrefugio.blogspot.com/

Tay comentou:

Adorei o poema, ficou tão leve *-*

bjus =*

O N Z E P A L A V R A S comentou:

A poesia das horas abrigada pelo silêncio eloquente da madrugada. Obrigada pela paciência em ler a entrevista, e pelo carinho. Beijos, Ana

Pamela Dal'Alva. comentou:

que lindinho..
por caso vc vez na madrugada??
rs
kisu

Bell Souza comentou:

Não Pam. Escrevi na minha aula de Introdução à Engenharia. :)

diana(B)runa comentou:

Lindo! =)

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth