Verdade fragmentada.

Deparei-me com este fragmento brilhante de verdade, atraente, decididamente exagerado. Ocorreu-me formas de pegá-lo, formas de usá-lo, inusitadas variações de como possuí-lo. A minha intenção era das melhores, admito, o momento é que não me pareceu oportuno.
Verdades fragmentadas sempre trazem muitos prejuízos e por mais que minha cota de boa vontade, disposição e compromisso ande sempre em alta prejuízos não são meus melhores amigos.
Confesso que vê-lo brilhando atiçou esse meu olhar de criança, mas a maturidade se fazia necessária e foi preciso lidar com isso. Mas que o fragmento era bonito, isso ele era! Ficou ali, me acariciando a face, só pra ver se eu resistira aos seus encantos.
Por fim decidi guardá-lo junto aos outros objetos de procedência duvidosa, quem sabe eu não encontro os fragmentos que faltam para fazer dele uma verdade inteira?

3 Comentários:

Arianne Carla comentou:

Sempre temos algo que queremos guardar a sete chaves, não é? Encontrei o meu e não quero mais largar. *_*
Bom domingo.

Jeniffer Yara comentou:

Não tenho algo parecido com isso, queria mesmo ter esse algo brilhante e atraente e guardá-lo. rs

Beijos

Tati comentou:

Gosto de te ler quando você se desnuda dessa forma. Sinto-te mais.


Beijos.

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth