Limpo e bem passado.

Enquanto ela caminha pela rua larga,
vai pensando na vida que planejara até ali.
Nos sonhos bobos de criança,
nas viagens com a família,
nos desejos de ter um amor.

Algo que fosse sólido,
honesto como ela;
engraçado como ele deveria ser.
E abriu um sorriso na cara ao virar a esquina...

Porque enquanto andava naquela nova rua sem saída
No beco dos corações, avenida da Alma;
Sentiu que pouco importava o que fizera.
A mulher dentro de si era o contrário dos planos de outrora.
Teria que seguir os próprios passos;
manter os olhos abertos para ser feliz.

Bem diferente de quando criança.
- Os mil olhos fechados e o peito deserto.

7 Comentários:

Monique Premazzi comentou:

Caminhar em frente sempre é uma boa opção, conhecer novos caminhos e se apaixonar pelo meio do caminho. É disso que é feito a vida! *-* Viver sempre.

AMEI <3

Heitor Lima comentou:

Pois é... amadurecer é um processo estranho. :P
Gostei daqui.
Feliz 2011 ;*

Jamylle Carvalho comentou:

ain, que lindo *-*
concordo com a Monique.

Italo Stauffenberg comentou:

às vezes eu queria saber pra quem vc escreve e pq escreve de forma tão enigmática. bom, acho que nunca entenderei!

forte abraço, candanga!

Anônimo comentou:

Gostei, e gostei mais ainda do blog em geral. estou seguindo.!
act parceria ?

http://apeenas.blogspot.com/

Nando Pereira comentou:

Que texto bonito!! Parabéns, achei muito bom!!!!

Rodolpho Padovani comentou:

É, a felicidade aparece para quem presta atenção, então, olhos beeeem abertos =)

Bjs.

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth