Análise Transacional

Sabe-se lá o que vai rolar depois do túnel. O túnel escuro, embora largo, dificulta a passagem. Mas se passar é preciso passarei então.
Conflito imediato. O grito ecoa do outro lado e lá se perde enquanto eu fico à espera de uma resposta que não chega. Que não chegou. Que não vigora! Perdida no túnel sem saída, sem eco, sem voz para produzir o eco, sem luz para guiar os olhos eu sigo em frente porque me interessa mais do que voltar.
A entrada do túnel eu conheço bem, muito obrigada, vamos à próxima!
Nunca estive tão próxima de mim quanto aqui neste silêncio absoluto de túnel. Nunca estive tão perto do ‘logo ali’ como agora. E nunca uma ideologia mais agora que essa.
Ontem eu chorei o dia todo e só Deus sabe o motivo, mas aqui no túnel sem luz e sem final tudo me parece óbvio. Como uma mangueira que te acerta em cheio com seu jato de água fria... O túnel é frio como a água e eu vou de 3 pulinhos para esquentar.
Pensando nos 3 estados do Ego matei minha Criança soterrada – meu Pai zombeteiro rindo da morte, consentindo. Marina tentando de todo modo um pós-resgate e o Adulto, coitado, assistindo a tudo paralisado. Choque é saber que dentro do túnel tudo é possível. Que o presente é tão sombrio quanto o passado. E que o futuro é uma nuvem negra vinda do horizonte que desejo alcançar.
- Ai meu Pai! – mas meu Pai não me escuta estando eu aqui nesse lugar.
No túnel, como na vida, sou eu caminhando só e cada obstáculo pode vir travestido de sorrisos ou de mágoas. Respiro, enfim, aliviada. O eco se perde outra vez em algum lugar distante. No meu túnel escuro da alma, sorrio; a escuridão já não me impede de chegar onde quero.

5 Comentários:

Luísa Zanni comentou:

Sendo bem sincera com você, to feito barata tonta atrás desse túnel escuro, porque sei que quando chegar na porta que dá entrada pra mim, nada nem ninguém vai poder me deter. Vou continuar em frente, que nem você continuou, nem que eu tenha que chorar um dia inteiro sem saber porque, que nem você chorou. Vale a pena, não vale? Mergulhar em si mesmo, digo. Há de valer.
Beijos!

'theQueenBeth comentou:

- Gente, que lindo e triste, e agoniante... Nossa. Sem explicação. Perfeito... beijos.

'theQueenBeth comentou:

- Nossa, que texto. Me senti nesse túnel... Que agonia, que solidão, que triste, que silêncio!!
Lindo,lindo,lindo..
Beijos!

Tati Tosta comentou:

Um Túnel? rsrs É as vezes penso que a vida é exatamente isso, uma estrada escura em que meus passos incertos, tentam ir de encontro a luz...


Beijos Bell, amei teu escrito, intensas suas cenas Menina!

Djessica Prado comentou:

Silencio é perfeito para pensar e colocar as coisas no lugar certo.

http://pensamentosflutuaam.blogspot.com.br/

Beijo

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth