Se é verdade eu não sei.

"Tô sempre escrevendo cartas que nunca vou mandar
Pra amores secretos, revistas semanais e deputados federais.
Às vezes nunca sei se "AS VEZES" leva crase.
Às vezes nunca sei em que ponto acaba a frase (.,;?!...)
Você sempre soube (eu não sabia), toda frase acaba num riso de auto-ironia.
Você sempre soube (eu não sabia), toda tarde acaba com melancolia."

Depois das palavras do Gessinger, eu prefiro não dizer mais nada!

5 Comentários:

Carol Addams comentou:

Sou apaixonada por engenheiros, sou suspeita a falar!! :D
maaaas AMEI!
Beijos

Maiara comentou:

Quando se encontra tanta essência assim em palavras, fica difícil dizer qualquer coisa que seja.

Guilherme comentou:

Verdade é aquela cuja contradição também é verdadeira (Provérbio Zen ;))

Naia Mello comentou:

Ele descreveu tudo que a gente já sabia e ele ao perceber escreveu primeiro.

Iasmin Cruz comentou:

que lindo
amei demais aqui
seguindo

http://iasmincruz.blogspot.com/

 
Licença Creative Commons
O trabalho About My Truth - Sobre As Minhas Verdades de Rebeca C. Souza foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em http://bell-aboutmytruth.blogspot.com.br/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em https://www.facebook.com/aboutmytruth